Atelophobia

"In the midst of hate, I found there was, within me, an invincible love.
In the midst of tears, I found there was, within me, an invincible smile.
In the midst of chaos, I found there was, within me, an invincible calm. 
I realized, through it all, that 
In the middle of winter, I finally found that within me there lies an invincible summer."

Albert Camus  

Perdoa a minha falta de jeito, a minha ânsia desesperada pelo amanhã, as minhas dores de ser e de não ser. Se não me entendes, peço que apenas me guarde. Nas entrelinhas, nos vazios da imensidão que és. Na constelação estelar da qual faz parte. Me faz estrela, supernova, e deixe-me explodir. Morrer feito pó estelar e dar origem a um novo mundo. Só meu. Nas minhas órbitas planetárias. No meu silencioso “Big-Bang”. Deixa eu recriar o sistema solar, e me translocar de mim.  Só não quero me perder, não quero ser sugada pelo buraco negro que me assola. Então, pegue em minha mão e lace seu coração ao meu, alinhe-se a mim.

Às vezes sou sol, outrora lua. Mas continuo a mesma. Em todas as minhas fases, de todos os ângulos, mesmo com todas as minhas crateras.

15/10/13

Arranca metade do meu corpo, do meu coração, dos meus sonhos. Tira um pedaço de mim, qualquer coisa que me desfaça. Me recria, porque eu não suporto mais pertencer a tudo, mas não caber em lugar algum.

José Saramago 

"Se você ama uma flor, não a colha. Porque, se você colhê-la ela morre e deixa de ser o que você ama. Então, se você ama a flor, deixe-a estar. O amor não está na posse. O amor está na apreciação."

Osho.  

"Estávamos contentes. Não queríamos mais do que aquilo que já tínhamos, não precisávamos dos outros e há muito tempo que não nos importávamos mais com o que podiam pensar. Mas era inegável o ódio que sentiam da gente. Éramos intrusos, marginais."

Charles Bukowski. 

©